24 dezembro 2010

Boas Festas!

 

“A vida são deveres que nós trouxemos pra fazer em casa. Quando se vê já são seis horas! Quando se vê, já é sexta-feira... Quando se vê, já terminou o ano... Quando se vê, passaram-se 50 anos! Agora, é tarde demais para ser reprovado... Se me fosse dada, um dia, outra oportunidade, eu nem olhava o relógio. Seguiria sempre em frente e iria jogando, pelo caminho, a casca dourada e inútil das horas... Dessa forma eu digo, não deixe de fazer algo que gosta devido à falta de tempo, a única falta que terá, será desse tempo que infelizmente não voltará mais.”

<< Mario Quintana >>

mosaico_boasfestas--2010

 

Mais um ano chega ao final e outro se inicia com planos, sem no entanto esquecer o essencial.

Uma oração, um canto, um sonho de paz. Sensação de plenitude. Arte é plenitude e só está pronta quando satisfeita. Há momentos em que me permito devanear, deixar a mente divagar, perder-se lá adiante, olhar para o céu e absorver o azul, o violeta, o laranja, o escarlate no firmamento, caminho por lugares novos, onde nunca estive, ando por um caminho e percorro a trilha até o fim, assim como quando durmo até mais tarde, saboreio algo novo, converso com alguém recém conhecido durante o tempo que o assunto durar, o abraço em alguém querido, a lembrança de um cheiro que se perdeu no tempo, são as delicias que alimentam a alma e que não podem ser passados por outra pessoa, assim como a sensação do frio no rosto, a dor, o prazer. Somos tudo em todos e no entanto, cada instante nosso é único. “ A vida é um milagre!”

Desejo um universo de coisas boas para todos vocês! Que Deus os abençoe!

91698yw

Postar um comentário

Pesquisar no blog ou na web:

Google