17 abril 2010

Aniversário de Monteiro Lobato

 

Ao ler Monteiro Lobato, suas fabulas complexas e intrincadas, não imaginava que ele escrevia pensando em conceitos para o  futuro e de caso pensado, em mudar a criança para que o adulto fosse melhor. São dele as frases:  “Nunca vi uma bala matar uma idéia” e “Um pais se faz de homens e livros”. Ele não deve ter imaginado o grau de imobilidade, individualidade, que a sociedade chegou.

Continuo indignada, diante de tudo isso, com meu quinhão de opção de mudança, com palavras apaixonadas. Quem sabe outros virão com maior força e poder de transformação logo a frente.

Parabéns para todos os que ainda lêem e tem idéias próprias, não enlatadas e pré-processadas por tantos canais. Que podem escolher entre tantas opções, sem achar que tratar a vida com mais atenção e seriedade é chato, brincar sem humilhar, sem magoar, , que ser honesto é ser ridículo, ter tudo de maravilhoso para viver com felicidade e não só colecionar coisas sem sentido, só pelo poder de ter.

Desejo a todos equilíbrio, sabedoria e paz, que são conquistas realmente valiosas.

Parabéns ML!

 

37425kr

06 abril 2010

“O que a boca fala é o que lhe vai ao no coração…”

 

 

38416vt

 

Recebi em email da amiga Cris Lopes e partilho com vocês.

Procurei e encontrei o autor e a fonte da crônica, que informo ao final deste post:

 

 

Sermão da Montanha - versão para professores


Naquele tempo, Jesus subiu a um monte seguido pela multidão e, sentado sobre ma grande pedra, deixou que os seus discípulos e seguidores se aproximassem. Ele os preparava para serem os educadores capazes de transmitir a lição da Boa Nova a todos os homens.


Tomando a palavra, disse-lhes:- “Em verdade, em verdade vos digo: Felizes os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus. Felizes os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados. Felizes os misericordiosos, porque eles...”


Pedro o interrompeu:- Mestre, vamos ter que saber isso de cor?
André disse:- É pra copiar no caderno?
Filipe lamentou-se:- Esqueci meu papiro!
Bartolomeu quis saber:- Vai cair na prova?
João levantou a mão:- Posso ir ao banheiro?
Judas Iscariotes resmungou:- O que é que a gente vai ganhar com isso?
Judas Tadeu defendeu-se:- Foi o outro Judas que perguntou!
Tomé questionou:- Tem uma fórmula pra provar que isso tá certo?
Tiago Maior indagou:- Vai valer nota?
Tiago Menor reclamou:- Não ouvi nada, com esse grandão na minha frente.
Simão Zelote gritou, nervoso:- Mas porque é que não dá logo a resposta e pronto!?
Mateus queixou-se:- Eu não entendi nada, ninguém entendeu nada!


Um dos fariseus, que nunca tinha estado diante de uma multidão nem ensinado nada a ninguém, tomou a palavra e dirigiu-se a Jesus, dizendo:- Isso que o senhor está fazendo é uma aula? Onde está o seu plano de curso e a avaliação diagnóstica? Quais são os objetivos gerais e específicos? Quais são as suas estratégias para recuperação dos conhecimentos prévios?


Caifás emendou:- Fez uma programação que inclua os temas transversais e atividades integradoras com outras disciplinas? E os espaços para incluir os parâmetros curriculares gerais? Elaborou os conteúdos conceituais, processuais e atitudinais?


Pilatos, sentado lá no fundão, disse a Jesus:- Quero ver as avaliações da primeira, segunda e terceira etapas e reservo-me o direito de, ao final, aumentar as notas dos seus discípulos para que se cumpram as promessas do Imperador de um ensino de qualidade. Nem pensar em números e estatísticas que coloquem em dúvida a eficácia do nosso projeto.- E vê lá se não vai reprovar alguém! Lembre-se que você ainda não é professor titular...


Jesus deu um suspiro profundo, pensou em ir à sinagoga e pedir aposentadoria proporcional aos trinta e três anos. Mas, tendo em vista o fator previdenciário e a regra dos 95, desistiu.
Pensou em pegar um empréstimo consignado com Zaqueu, voltar pra Nazaré e montar uma padaria...


Mas olhou de novo a multidão. Eram como ovelhas sem pastor... Seu coração de educador se enterneceu e Ele continuou:-“Felizes vocês, se forem desrespeitados e perseguidos, se disserem mentiras contra vocês por causa da Educação. Fiquem alegres e contentes, porque será grande a recompensa no céu. Do mesmo modo perseguiram outros educadores que vieram antes de vocês”.


Tomé, sempre resmungão, reclamou:- Mas só no céu, Senhor?


- Tem razão, Tomé - disse Jesus - há quem queira transformar minhas palavras em conformismo e alienação.. Eu lhes digo, NÃO! Não se acomodem. Não fiquem esperando, de braços cruzados, uma recompensa do além. É preciso construir o paraíso aqui e agora, para merecer o que vem depois...


E Jesus concluiu:- Vocês, meus queridos educadores, são o sal da terra e a luz do mundo...

 

 


Texto de abertura do Programa Rádio Vivo — Rádio Itatiaia, Belo Horizonte — de 15/10/2009, texto do professor Eduardo Machado.

Fonte: http://irmabeth.blogspot.com/2010/03/sermao-da-montanha-versao-para.html

2anjos

01 abril 2010

Páscoa, vida nova, ressureição.

 

Depois dos sacrifícios da quaresma, a passagem para o novo tempo.

image

A Páscoa é uma festa cristã que celebra a ressurreição de Jesus Cristo.
Depois de morrer na cruz, seu corpo foi colocado em um sepulcro, onde ali permaneceu, até sua ressurreição, quando seu espírito e seu corpo foram reunificados. É a data mais importante da religião cristã, quando as pessoas vão às igrejas e participam de cerimônias religiosas.


Muitos costumes ligados ao período pascal originam-se dos festivais pagãos da primavera. Outros vêm da celebração do Pessach, ou Passover, a Páscoa judaica.
É uma das mais importantes festas do calendário judaico, que é celebrada por 8 dias e comemora o êxodo dos israelitas do Egito durante o reinado do faraó Ramsés II, da escravidão para a liberdade. Um ritual de passagem, assim como a "passagem" de Cristo, da morte para a vida.

No português, como em muitas outras línguas, a palavra Páscoa origina-se do hebraico Pessach. Os espanhóis chamam a festa de Páscoa, os italianos de Pasqua e os franceses de Pâques.

 

COMO SURGIU A TRADIÇÃO DO COELHO?

A tradição do coelho da Páscoa foi trazida à América por imigrantes alemães em meados de 1700. O coelhinho visitava as crianças, escondendo os ovos coloridos que elas teriam de encontrar na manhã de Páscoa.
Uma outra lenda conta que uma mulher pobre coloriu alguns ovos e os escondeu em um ninho para dá-los a seus filhos como presente de Páscoa. Quando as crianças descobriram o ninho, um grande coelho passou correndo. Espalhou-se então a história de que o coelho é que trouxe os ovos. A mais pura verdade, alguém duvida?
No antigo Egito, o coelho simbolizava o nascimento e a nova vida. Alguns povos da Antigüidade o consideravam o símbolo da Lua. É possível que ele se tenha tornado símbolo pascal devido ao fato de a Lua determinar a data da Páscoa.
Mas o certo mesmo é que a origem da imagem do coelho na Páscoa está na fertilidade que os coelhos possuem. Geram grandes ninhadas!

 

Muitas felicidades,

renascimento,

vida nova,

uma ótima Páscoa!

 

(\_ _/)
(='º'=)
(")_(")

Pesquisar no blog ou na web:

Google