18 março 2010

As fotos que o PiG(*) não dá: a greve dos professores.

 

Minha internet banda larga móvel anda lenta, assinei 300 kbps e andei recebendo nos últimos dias no máximo 30, difícil ler e-mails, blogar nem pensar, são as inovadoras políticas públicas brasileiras, onde existem leis pra mim, para você, mas não para quem detém o poder econômico ou é da subcultura, da contravenção.

O tão propagandeado concurso para “aumento de salário por mérito”, mesmo sem faltas ao trabalho, com boas notas e resultado do SARESP satisfatório, só permitirão que 20% dos primeiros classificados mudem de faixa salarial com 25% de aumento, isso se tiver dinheiro em caixa, conforme edital do mesmo concurso.

Com a data base acordada entre governo estadual e sindicato desrespeitada todos os anos e muitos outros de perdas reais de ganho, o que fazer, abaixar nos abaixamos ao chão, querem agora que nos enterremos abaixo dele?! “È a treva!”

Para fazer minhas aulas interessantes para minha clientela sem pré-requisitos (é assim que se escreve agora?!), esquecida quando da adoção “dos cadernos do aluno” editados pela SEESP, são muitas horas de trabalho não remunerado em casa, com materiais não custeados pela mesma e isso mina meu tempo para a vida pessoal. Ser professora é acima de tudo ter responsabilidade pelo que faz, uma vez que aceitei o sacrifício como parte do meu trabalho. Nunca confundam isso com a conivência ao sistema.

Hoje recebi um e-mail com o link do blog do jornalista e apresentador Paulo Henrique Amorim. Transcrevo abaixo:

 

13/março/2010 14:29
O Conversa Afiada reproduz fotos enviadas pelo amigo navegante Pablo da greve de professores de São Paulo, na avenida Paulista, nesta sexta feira.
A greve parou a cidade.
Mas a Folha (**) da província de São Paulo, e o Estadão da província de São Paulo trataram do assunto assim, ligeirinho …
image
image
Por uma escola pública de qualidade para todos … Governo Serra odeia professores e a escola pública
image
image
Em tempo: cabe lembrar que, quando policiais civis e militares se esbofetearam na frente do Palácio do Governo por aumento de salário, surgiu um slogan muito interessante: “PSDB – Piores Salários Do Brasil.”. Os policiais de São Paulo tem os piores salários do Brasil e as investigações por corrupção aumentaram 72%.
Em tempo 2: na primeira página da Folha (**) da província de São Paulo, a preocupação é com os carros e o engarrafamento e, não, com os professores. No Estadão da província de São Paulo, não há preocupação nenhuma: o assunto não merece a primeira página. É por isso que o Serra se acha o Presidente Eleito: porque ele controla o PiG (*).
(*) Em nenhuma democracia séria do mundo, jornais conservadores, de baixa qualidade técnica e até sensacionalistas, e uma única rede de televisão têm a importância que têm no Brasil. Eles se transformaram num partido político – o PiG, Partido da Imprensa Golpista
(**) Folha é um jornal que não se deve deixar a avó ler, porque publica palavrões. Além disso, Folha é aquele jornal que entrevista Daniel Dantas DEPOIS de condenado e pergunta o que ele achou da investigação; da “ditabranda”; da ficha falsa da Dilma; que veste FHC com o manto de “bom caráter”, porque, depois de 18 anos, reconheceu um filho; que avacalha o Presidente Lula por causa de um comercial de TV; que publica artigo sórdido de ex-militante do PT; e que é o que é, porque o dono é o que é ; nos anos militares, a Folha emprestava carros de reportagem aos torturadores.
Fonte: http://www.paulohenriqueamorim.com.br/?p=28464
Postar um comentário

Pesquisar no blog ou na web:

Google