31 agosto 2009

As quatro estações de Vivaldi (1678-1741)



Antonio Lucio Vivaldi nasceu na carnavalesca Veneza a 4 de março de 1678. Não poderia ser diferente: a cidade italiana - emblematizada por máscaras coloridas, gôndolas românticas e canais melancólicos - influenciou sua obra. Filho de Giovanni Batista, Vivaldi ouviu os primeiros sons de violino em casa. Seu pai, um músico que tocava na basílica de São Marcos, lhe ensinou os principais segredos das quatro cordas do instrumento que o imortalizaria como um dos principais gênios da música.

A sensibilidade de Vivaldi levou-o a preocupar-se com as coisas da alma e a optar pelo sacerdócio, como forma de se realizar. Estudou em seminários, onde também se dedicou à música. Ordenou-se padre em 1703, mas sua arte não estava em rezar missas. Pesou contra o ‘padre ruivo’ a acusação da Igreja de se ter deixado envolver, sentimentalmente, com uma de suas alunas de violino. Enfrentou as autoridades eclesiais o quanto pôde, mas acabou desistindo da carreira. Para afastar-se do ofício, alegou problemas de saúde. Há registros de que sofria com fortes dores no peito, possivelmente provocadas por asma ou angina.

A partir de 1704, longe da batina, Vivaldi foi regente no conservatório de Ospedale della Pietà, um dos quatro grandes orfanatos para meninas, na cidade de Veneza que serviam, também, como escolas de música. Ali conheceu a moça por quem se apaixonou. Era Anna Giraud, inspiradora de suas óperas e tormenta de todos os seus dias, até a morte. Vivaldi passou a compor com intensidade. No conservatório de Ospedale permaneceu durante três anos. Mais tarde, voltou a trabalhar neste mesmo local, no cargo de maestro de concerto. Seu mestre em composição continuava sendo o notável Giovanni Legrenzi, maestro da Capela Ducale. Os concertos para violino são os mais importantes dentro do magnífico catálogo que reúne suas obras. Mas experimentou escrever também para diferentes e excêntricos instrumentos, incluindo o bandolim, sempre com muita docilidade.

A mais popular obra de Vivaldi é, certamente, As quatro estações. Na verdade, elas fazem parte de 12 concertos denominados O diálogo entre a harmonia e a criatividade. Nessa série, se acentua a tendência ao sentido pitoresco que resulta na tentativa de se expressar, musicalmente, fenômenos da natureza ou sentimentos, como a primavera, o verão, o outono e o inverno retratados em As quatro estações.

16634

28 agosto 2009

Agita galera

Hoje aqui na escola aconteceu o agita galera, edição de 2009, onde todos foram convidados a praticar pelo menos, trinta minutos de exercícios físicos.

A professora Daise de educação fisica conduziu as atividades, com trilha sonora sugeridas pelos alunos. Nosso DJ residente Diego, comandou o som.

Tudo muito bacana, pena a pequena participação por parte dos alunos. Estamos sempre trabalhando a desenvoltura e a espontaniedade, mesmo assim poucos se expressaram nos exercícios e nos passos de dança, só mesmo os professores e funcionários aproveitaram bem as atividades.

Valeu!

Vejam só a turma da manhã:

6-2009_0114 6-2009_0120 6-2009_0121 6-2009_0122 6-2009_0125

Video:

video

Se compartilharem as fotos e os vídeos dos outros períodos, posto aqui para vocês.

96813vw

26 agosto 2009

Homo Sapiens

Não é o domínio do software, são as idéias.


Uma técnica artistica muito interessante é a colagem. Na fotografias, a colagem cria imagens além da realidade, de sonho, de pesadelo, brincadeiras, decoração de retratos para albuns. O computador veio somar recursos, usando a criatividade, podemos criar o que desejarmos.

image

image


Nos reis do fotomontagem: http://www.worth1000.com/ podemos ver montagens de imagens tão perfeitas que parecem retratos reais. Eles são geniais!

Faço colagem em papel desde criança, algumas tenho arquivadas em endereços da web, outras ainda não digitalizei. Aprendi a trabalhar com softwares gráficos a mais de uma década, para pintar e também fazer colagens, uso atualmente o programa gratuito GIMP, que é muito interessante.

Experimentem vocês também.


25 agosto 2009

Henry Matisse

 

10066537 10008396 10008397 10018517 10021010 10021013 10021019 10021021 10023804 10023805 10023807 10039118  10044506 10048728 10048776 10050016  10061617 10061648  10063033 10063045 10065254 

Exposição de Matisse.

Será realizada pela primeira vez no Brasil. Estará em cartaz de 5 de setembro a 1º de novembro,  a mostra faz parte das comemorações do Ano da França no Brasil.
A Pinacoteca do Estado fica na  Praça da Luz, 2 - São Paulo- SP
Aberta de terça-feira a domingo: Das 10 às 18 horas.
Ingressos: R$ 6,00 (inteira) e R$ 3,00 (meia-entrada) - Grátis aos sábados
Mais informações, ligue (11) 3324-1000

10063024

23 agosto 2009

Marmitas Japonesas

 

É só carinho de mãe.  Mãe arteira trabalhando pra turminha do “abaixo o vegetal”!

image

image

 

image

  image

image 

image

 

image 

Como resistir a estas belezócas?!

21 agosto 2009

Escola de boa qualidade para todos

Projeto obriga políticos a matricularem seus filhos em escolas públicas.
O Senador Cristovam Buarque apresentou um projeto de lei propondo que todo político eleito (vereador, prefeito, Deputado, etc.) seja obrigado a colocar os filhos na escola pública.


SE VOCÊ CONCORDA COM A IDÉIA DO SENADOR, DIVULGUE.


http://www.peticaopublica.com/PeticaoAssinar.aspx?pi=P2009N5


17 agosto 2009

Reinicio das aulas

 

 

Está todo mundo curioso pelo reinicio das aulas. Matarei a curiosidade: Está tudo quase normal.

1/4 dos alunos faltaram, os que vieram estavam conscientes dos cuidados com a higiene e com o trato pessoal dos colegas. Alguns como sempre nem ai, dai tivermos de conscientizar. Normal, professores viraram meio assim, pajens. Heheheh. Sem problemas.

A Paula da administração, usou a verba mandada pela SEE para higiene dos alunos, com um dispenser de sabão líquido, que está  acima do bebedouro, assim nenhum deles ficará sem higienizar as mãos antes da merenda, após o uso dos banheiros e sempre que necessário. Comprou copinhos descartáveis e toalhas de papel. Para quem não sabe, foi R$ 1,50 , um real e cincoenta centavos por aluno.

Cada um que se responsabilize por si mesmo e se preocupe um pouquinho que seja com o próximo.

É isso.

97053kb

Eu twitto, tu twittas, eles twittam

 

Instalação de arte usa posts do Twitter

 

@info_plantao

Uma instalação bem interessante está sendo exibida na Hungria. Chamada de "Press Me", ela usa posts do Twitter para dar a impressão do que as pessoas dizem sobre arte.
Para isso, os artistas Juhász Márton, Melinda Matúz, Gergely Kovács e Barbara Sterk usaram corpos de robozinhos de brinquedo (sem a parte externa), montados sobre pedestais.
Ligados a um computador, os brinquedos recebem mensagens publicadas no Twitter que contenham a palavra art (arte) e a reproduzem em volume alto.
É uma forma curiosa de explorar a instantaneidade do Twitter como um tipo de arte.

 

Fonte:

http://info.abril.com.br/blog/geracaonet/20090817_listar.shtml?189183

 

37425kr

Visitem o meu microblog: http://twitter.com/jarcytania

Pesquisar no blog ou na web:

Google