27 março 2007

"O melhor horário que a escola pode me oferecer!"

Estou triste hoje, por amigos que não conseguiram se classificar no concurso de domingo para professores do estado de São Paulo. A prova foi muito difícil. Passei nesta fase, estou aguardando a outra, só que já sou efetiva, então fiz a prova para testar conhecimentos e para ganhar um ponto em minha escala de progressão de carreira.

Os colegas que não passaram no concurso passado, estão ou trabalhando como professor eventual ou trabalhando em 3 quatro escolas para conseguir manter a carga horária. Muitos estão para se aposentar então tem de ter 33 aulas na semana, para que a sua aposentadoria não seja menor ainda.

Falando em carreira e profissão, pouca gente gosta de comentar, mas os horários de aulas para professores está pior a cada ano. Em parte esta é a razão de tantas faltas. Imagina acrescentando-se indisciplina, falta de dinheiro (a idéia de que ganhamos muito é do governo .. rs), o tempo em casa preparando aulas é muito desgastante.

O melhor horário que a escola pode fazer pro mim, está me tirando ... horas de trabalho em casa, ou lazer, ou com a família. Por que as tenho uma janela (intervalo entre as aulas) que é de 3 horas e meia? Se eu for para casa, gastarei duas horas indo e vindo, então não vale a pena, principalmente com este calor que tem feito. Fora este intervalão, tenho outras "6" janelas.


A direção substituta da escola se justificou dizendo que tem que adequar o horário com quem vem chegando. Tudo bem, entendi, só não me conformo porque montamos as nossas expectativas de horário de trabalho, logo no primeiro dia, na reunião de abertura do ano. Estávamos todos lá, nós que tentamos o maximo por nossos alunos, que fazemos as vezes coisa tão difíceis, por acreditar que o ensino ainda vale a pena, apesar de tudo.
Quem entrou depois, vem para escola complementar carga horária, as vezes somente 5, 6 aulas. Muitas vezes com acumulo de cargo (dois empregos públicos) e tem direito previsto em lei, de que o horário deve favorece-los.

Desculpem o desabafo, mas hoje estou especialmente cansada deste sistema que privilegia quem tem "indicação de carreira".


Postar um comentário

Pesquisar no blog ou na web:

Google